Artigo - Marketing Pessoal - Posicionamento e estratégias de visibilidade, ganhando autoridade virando influenciador no mercado (VAI).

Posts Mais Recentes

#posts#

Alexander Baer

Palestrante Nacional com foco em Motivação | Professor MBA da Fundação Getulio Vargas| Personal Marketing Coach | Conferencista | CEO da Escola de Marketing Pessoal©

Quer ficar sempre bem informado?
Quer enviar uma pergunta?

Preencha os seus dados abaixo e envie.


“Ninguém ama o desconhecido”. Esta frase dita por um filósofo grego, alguns séculos antes de Cristo, explica claramente o conceito de imagem. Sempre cito nas aulas e palestras a minha frase preferida sobre posicionamento da marca e imagem: “não adianta ser o melhor profissional desconhecido do mercado”!
Pois hoje a única alternativa que qualquer profissional tem para sobreviver no mercado é “VENDER O SEU PEIXE”!

Uma definição recorrente de marketing pessoal é a de que ele é “um processo contínuo de conquistas que gera a imagem e marca que a pessoa e profissional tem no mercado, dentro de um espaço de tempo pré-planejado"

O cliente de hoje está conectado e quando levamos nossa marca e imagem pessoal e profissional ao mercado, ele já sabe tudo sobre a mesma, e este novo mercado/cliente exige um novo profissional (de qualquer área)!

Com isso quanto mais o profissional gerar visibilidade, ganhando autoridade e virar um influenciador, mais resultados ele terá. 

Para isso enumero 04 passos bem simples para você aplicar imediatamente:

1. Planejar sua vida e carreira a curto, médio e longo prazo como profissional;
2. Identificar o seu cliente ideal/persona, que hoje esta altamente conectado;
3. Fazer a gestão estratégica da sua marca e imagem, cuidar e zelar com muito cuidado;
4. Usar sem medo as ferramentas do Marketing 4.0 – Experiência e mundo digital, bem como a estratégia VAI – Visibilidade – Autoridade e Influenciador.

Você profissional tem que saber o que você quer ser no futuro, como está hoje e como vai fazer para chegar lá em todas as áreas de sua vida (roda da vida – 13 áreas), ou seja, planejar a sua vida e carreira e não esquecendo como quer que sua marca e imagem estejam reconhecidos posicionado neste tempo.

Se na prova da vida, caísse para você a seguinte pergunta: Daqui a 10 anos você quer estar no mesmo lugar e ganhando a mesma coisa?
Resposta que você daria: NÃO JAMAIS! Resposta errada – REPROVADO pela vida!

Mas te digo que esta é a resposta mais básica e simples, a grande resposta é você colocar no papel exatamente onde, e o que você quer estar fazendo daqui a 10 anos e quanto que você quer estar ganhando financeiramente por mês e por ano. Esta sim é a resposta correta e aí você passou de ano!
Definir qual a sua missão como profissional? Missão/propósito é a razão de ser do profissional, é o que você e eu fazemos, vem da alma vem do coração.

Quem é exatamente o seu cliente ideal o seu persona (futuro ou atual cliente)? É ter claro as necessidades, motivações, aspirações, medos, seguranças, dores e inseguranças dele, pois assim você, vai entender e falar a linguagem dele,  e com isto ser o remédio para ele, a solução de sua dor.

Com isso deve, investir na gestão da sua marca e imagem, ganhando visibilidade de forma constante, gerando autoridade através de conteúdo altamente relevante no mercado, tornando-se um influenciador, e hoje em dia temos a facilidade das redes sociais para divulgação e comunicação (marketing 4.0).

Relembrando para você nunca mais esquecer: “não adianta ser o melhor profissional desconhecido do mercado”, pois se assim o for, vai passar fome. E temos também a máxima do nosso querido e saudoso Chacrinha: “Quem não se comunica se trumbica”.

Qual é a importância de ser comunicativo, como já frisei anteriormente e saber “vender seu peixe”? Ora, essa é a saída quando se está diante de um mercado que exige cada vez mais dos profissionais, como o atual, num mercado que esta simplesmente abalroado de concorrentes diretos e muitos indiretos. 

Usar a estratégia de se posicionar para se diferenciar. As estratégias que devem fazer parte deste seu posicionamento são: diferenciação, inovação, criatividade, experiência, comunicação e resultados.

Hoje, para ter sucesso, é necessário conhecer o próprio “produto/serviço”, saber seu preço/valor, estabelecer objetivos e metas, identificar sua posição no mercado, saber quem é seu cliente ideal/persona e então se comunicar com ele, divulgando e fortalecendo a própria “imagem e marca”, para com isto se posicionar no mercado (reveja as seis estratégias no parágrafo anterior). Este conceito foi trazido do composto do marketing mix de Philip Kotler, os 4Ps + P de posicionamento. Aqui é muito importante você refletir, justamente para o seu posicionamento de marca e imagem, referente aos seus produtos/serviços, “se você faz o que todo mundo faz, teu produto não vale nada, se você faz o que ninguém faz, teu produto/serviço vale muito”.
Em outras palavras, é preciso fazer seu Marketing Pessoal, de sua marca pessoal (personal branding) de forma estratégica. Profissionais que se valem delas são mais produtivos, focados, vendem mais e melhor seu conteúdo, sua marca e imagem e com isso criam um diferencial competitivo, gerando mais autoridade e virando influenciadores nas suas devidas especialidades e áreas. Automaticamente seus serviços serão muito mais contratados.

Em via oposta, na total contra mão, vão os que pensam que o Personal Branding, se resume ao uso de roupas adequadas, cor pantone de cada ocasião anual e à passagem por cursos de oratória, e que ser profissional (da sua área) é ser igual como sempre foi. Assim sendo, você faz parte da grande manada, igual a todo mundo, e como também já disse anteriormente, vai passar fome.

O segredo é levar conteúdo altamente relevante para o seu mercado (persona). Sem ele, qualquer chance de visibilidade pode ter efeito nulo.
Tomemos como exemplo o caso de pessoas que conseguem, em determinado momento, grande exposição em programas de televisão e que, sem saber se aproveitar disso, voltam rapidamente para o absoluto anonimato. Para evitar situações como essa, o segredo está na comunicação de conteúdo de alto valor agregado gerando visibilidade, ganhando autoridade e se tornando um influenciador no mercado, como já comentado. 

Dicas para você profissional (de qualquer área) se promover, se  relacionar e conversar com o seu mercado, usando as ferramentas do marketing 4.0 (experiência + mundo digital):

Tenha um site/blog com o seu domínio próprio (www.seudominio.com.br);
Tenha um cartão de visitas com suas soluções e no verso os seus canais de comunicação e contato;
Crie um perfil profissional no Linkedin e faça postagens altamente relevantes para seus personas, seguidores. Analisando constantemente seu Social Selling Index que significa seu índice de vendas sociais (SSI) que calcula diariamente a sua eficácia em estabelecer sua marca profissional, localizar as pessoas certas, interagir utilizando insights e cultivar relacionamentos de confiança (fonte: linkedinBR).
Crie um instagram de negócios para maior e mais dinâmica com o seu mercado alvo;
Utilizar o relacionamento estratégico, networking que é a estratégia de formação de redes de contatos úteis (real e on-line);
Embalagem você, que é o seu vestir, sim, mas antes de tudo o seu comportamento, que na verdade vem de dentro, e ajuda a embalagem externa a brilhar!
Escreva textos e artigos interessantes, para os canais de comunicação que levam estas informações ao mercado específico, revistas, portais, jornais, news-letter, e blog.
Faça webinários e lives ao vivo, como forma de conversar com o seu mercado sobre suas dores, levando os seus remédios(soluções) e vendendo sua marca e imagem.

Minha sugestão: adeque-se – conecte-se ou sairá do mercado muito em breve!#
#post#