Artigo - Líderes das empresas devem ser como maestros de orquestra.

Posts Mais Recentes

#posts#

Alexander Baer

Palestrante Nacional com foco em Motivação | Professor MBA da Fundação Getulio Vargas| Personal Marketing Coach | Conferencista | CEO da Escola de Marketing Pessoal©

Quer ficar sempre bem informado?
Quer enviar uma pergunta?

Preencha os seus dados abaixo e envie.


Como é a declaração de missão de sua empresa? Se for algo parecido com “Nossos objetivos são de oferecer aos clientes os melhores serviços e produtos disponíveis no mercado”, o momento é de rever todo este rumo e suas estratégias. Segundo o palestrante e professor do MBA da Fundação Getulio Vargas Alexander Baer, praticamente todas as empresas querem oferecer os melhores produtos e serviços.

Por isso, a missão e os objetivos devem ser muito mais impactantes, de forma a realmente e de fato diferenciar a empresa da concorrência.

Para alcançar sucesso nos negócios, um dos primeiros passos é contar com uma equipe preparada e motivada. “Em 1988, Peter Drucker, um dos maiores gurus da Administração, já dizia que no século 21 as empresas seriam como orquestras.”, lembra o palestrante.

Ele compara as etapas entre a afinação dos instrumentos, o gestual do maestro e os aplausos da plateia, com boas práticas de gestão empresarial nas quais líderes podem se espelhar. “Em uma apresentação, uma orquestra não tem uma segunda chance, no mercado as empresas hoje também não.” frisa Baer.


Para que uma orquestra faça uma boa apresentação, atendendo as expectativas de sua plateia, é preciso que o maestro e os músicos estejam preparados, motivados e em sintonia. Nas empresas, a relação entre os líderes e os funcionários/colaboradores também deve ser assim. Dessa forma, é possível realizar um trabalho realmente diferenciado, que evidencie a organização no mercado.


O “líder maestro” é uma característica muito importante do meio empresarial. Refere-se à liderança responsável por cuidar de competências, habilidades e atitudes no comando e gestão de pessoas, que pode ajudar os empreendedores a mensurar sua efetividade no exercício desta liderança.

Alexander Baer afirma que este líder tem a missão de ter a melhor equipe preparada (profissionais músicos), para oferecer o melhor produto e/ou serviço (obras musicais) para sua plateia (clientes), para que estes aplaudam de pé e peçam “bis”, recomendando a orquestra (empresa) e seus produtos/serviços.
O líder maestro precisa buscar alguns fatores que farão a diferença junto a sua equipe, empresa e mercado.

Entre alguns destes fatores estão: foco na maior das estratégias que são as pessoas, pois são as pessoas que fazem as coisas acontecerem e são estas mesmas pessoas que fazem com que as coisas não aconteçam, a visão sistêmica da empresa (cada departamento/setor é fundamental para o todo), o conhecimento e a busca constante da atualização e inovação de produtos e serviços, a identificação dos melhores profissionais e seu constante desenvolvimento, e aprimoramento para retenção, o conhecimento sobre o mercado e seus clientes, bem como suas necessidades e desejos, a comunicação entre a equipe, o plano de ação estratégico (rumo a ser seguido), a sintonia entre empresa, equipe, amigos e familiares, além de também a emoção, para transmitir essa harmonia.


Assim em momento de crise as empresas que tenham líderes maestros têm sim verdadeiras oportunidades de criarem e mostrarem seus diferenciais no mercado para encantamento do cliente/plateia.

!#
#post#